O equilíbrio dos diferentes minerais é fundamental para a saúde global do organismo.
Nutrição
Artigo em Discussão
As águas com gás têm algum efeito na função renal?
Gastrenterologia
Artigo em Discussão
Águas mineralmente gasosas no aparelho digestivo
Reumatologia
Artigo em Discussão
Minerais de referência no sistema musculoesquelético
Cardiologia
Artigo em Discussão
As águas minerais aumentam a Pressão Arterial?

Guias para uma Vida Saudável

Bem-vindo(a) ao equilíbrio mineral do organismo.

Planos Nutricionais
Conselhos Associados
Insuficiência de Minerais
Benefícios dos Minerais
Vida Activa

O cálcio: a menopausa e a descalcificação óssea

22
Nov
Classifique este artigo
(4votos)
Na menopausa, o corpo da mulher sofre profundas alterações endócrinas e a libertação de estrogénio é interrompida ou reduzida a níveis mínimos. O défice de estrogénio é um determinante importante na perda óssea durante a menopausa e, quando precoce, o risco é muito maior.1 Este fenómeno coincide com a redução da absorção de cálcio pelo intestino e com a menor produção de calcitonina, um inibidor da desmineralização óssea.2

Devido à relação entre eficiência de cálcio e osteoporose, a suplementação deste macromineral (cálcio) tem sido utilizada em mulheres adultas para minimizar perdas ósseas associadas à idade e ao desenvolvimento da osteoporose.

A ingestão de certas substâncias - por exemplo, café, chás e chocolates –, que, segundo alguns estudos, diminuem a retenção de cálcio pelo organismo, deve ser evitada e os seus efeitos adversos podem somente ser combatidos por uma óptima ingestão de cálcio.

Vários estudos recentes3 apontam também como medida preventiva para este grupo de risco – as mulheres na menopausa -, em situações de necessidade de reposição de minerais no organismo, a ingestão de águas bicarbonatadas – com sódio ou cálcio –, que favorecem a solubilidade digestiva e que, a par de outras fontes alimentares, são ricas em sais minerais.


1. SHAW, J.M., WITZKE, K.A. Exercise for Skeletal Health and Osteoporosis Prevention. ACSM'S RESOURCE. Manual for guidelines for exercise testing and prescription. Baltimore: Williams and Wilkins, 1998. pp. 288-239.
2. ULRICH, C.M. et al. Bone mineral density in mother-daughter pairs: Relations to lifetime exercise, lifetime milk consumption, and calcium supplements. American Journal of Clinical Nutrition, Bethesda, v.63, pp.72-79, 1996; NIEVES, J. W. et al. Calcion potentiates the effect of estrogen and calcitonin on bone mass: review and analysis. American Journal of Clinical Nutrition, Bethesda, v.67, p.18-24, 1998.
3. A sodium-rich carbonated mineral water reduces cardiovascular risk in postmenopausal women. Schoppen S, Pérez-Granados AM, Carbajal A. et al. J Nutr. 2004, 134, 105; Sodium bicarbonate mineral water decreases postprandial lipaemia in postmenopausal women compared to a low mineral water. Schoppen S, Pérez-Granados AM, Carbajal A. et al. J. Nutr. 2005, 95, 582-587.
(Ver documentos traduzidos em Estudos Associados.)

3 Comentários

Sílvia Cunha
29/11/2010
Estas revisões sintéticas revelam-se interessantes e extremamente úteis na prática clínica diária.
Rosa Rodrigues
27/11/2010
Pena é que não se dê mais importância a tantos conhecimentos com base nas águas termais, possiveis de obter facilmente e que nos pode suplementar com a sua ingestão, e reposição de minerais nelas existentes. Penso e espero que todos estes estudos e informação seja mais trabalhada e documentada para todos nós Profissionais da Saúde pudermos implementar com mais bases como e com que águas pudemos contribuir para uma melhor Saude
Luis Espirito Santo
24/11/2010
O artrigo é interessante por quanto alerta para factores pouco conhecidos. No entanto, necessita de um "follow on"- O que devo fazer? Mas de forma muito directa

Deixe o seu Comentário

Nome
 
E-Mail
   
Comentário