O equilíbrio dos diferentes minerais é fundamental para a saúde global do organismo.
Nutrição
Artigo em Discussão
As águas com gás têm algum efeito na função renal?
Gastrenterologia
Artigo em Discussão
Águas mineralmente gasosas no aparelho digestivo
Reumatologia
Artigo em Discussão
Minerais de referência no sistema musculoesquelético
Cardiologia
Artigo em Discussão
As águas minerais aumentam a Pressão Arterial?

Guias para uma Vida Saudável

Bem-vindo(a) ao equilíbrio mineral do organismo.

Planos Nutricionais
Conselhos Associados
Insuficiência de Minerais
Benefícios dos Minerais
Vida Activa

Magnésio e vitamina B6 na luta contra as perturbações do espectro do autismo

02
Dez
Classifique este artigo
(3votos)
As perturbações do espectro do autismo são comummente acompanhadas por desequilíbrios nutricionais, sendo as crianças as mais afectadas. Durante as últimas décadas tem vindo a ser sugerido que a fortificação dos planos dietéticos com vitamina B6 e magnésio ajuda no melhoramento das capacidades comunicacionais e dos comportamentos sociais tipicamente alterados em crianças e adultos autistas.1

Agora, uma série de estudos científicos reforça a eficácia da combinação de vitamina B6 e magnésio na melhoria da comunicação verbal e não verbal, dos relacionamentos interpessoais e do funcionamento fisiológico.

Num dos mais recentes estudos, o suplemento diário de 200 mg de magnésio, 500 mg de vitamina B6 e 20 mg de vitamina B2 durante um período de três meses revelou-se eficaz na redução dos níveis de ácidos dicarboxílicos na urina de crianças com autismo, um indicador de melhoria de potenciais perturbações metabólicas ou alterações da flora intestinal.2

Tais melhorias são notadas pelos pais. A suplementação com vitamina B6 e magnésio foi considerada útil em 49% dos casos. Em 46% dos casos a suplementação não surtiu qualquer efeito e em apenas 4% dos casos piorou a condição das crianças.3

A vitamina B6 é uma vitamina hidrossolúvel com importantes funções no metabolismo de aminoácidos, carbohidratos e lípidos e no sistema imunitário.4 Alimentos ricos em vitamina B6 incluem carnes, cereais, leguminosas, banana, abacate, legumes de folha verde e gema de ovo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda uma ingestão diária de 0,1–0,3 mg (crianças e adolescentes) ou 1,3–2,0 mg (adultos).4

O magnésio desempenha um papel chave nos sistemas imunitário e respiratório.5 O magnésio reduz também os efeitos indesejados de doses elevadas de vitamina B6.1 Alimentos ricos em magnésio incluem legumes de folha verde e frutos oleaginosos. As águas minerais naturais gasocarbónicas são também boas fontes de magnésio. A dose diária recomendada pela OMS é de 26–100 mg (crianças), 220–230 mg (adolescentes) ou 190–260 mg (adultos).4


1. Nye & Brice. Combined vitamin B6-magnesium treatment in autism spectrum disorder. Cochrane Database Syst Rev. 2005;4:CD003497
2. Kaluzna-Czaplinska et al. B vitamin supplementation reduces excretion of urinary dicarboxylic acids in autistic children. Nutr Res. 2011;31:497–502.
3. Rimland & Edelson. Parent ratings of behavior effects of biomedical interventions (Pub. 34). San Diego: Autism Research Institute. 2009.
4. Joint FAO/WHO Expert Consultation on Human Vitamin and Mineral Requirements. Vitamin and mineral requirements in human nutrition: report of a joint FAO/WHO expert consultation, Bangkok, Thailand. 2004.
5. Laires & Monteiro. Exercise, magnesium and immune function. Magnes Res. 2008;21:92–26.

0 Comentários

Deixe o seu Comentário

Nome
 
E-Mail
   
Comentário