O equilíbrio dos diferentes minerais é fundamental para a saúde global do organismo.
Nutrição
Artigo em Discussão
As águas com gás têm algum efeito na função renal?
Gastrenterologia
Artigo em Discussão
Águas mineralmente gasosas no aparelho digestivo
Reumatologia
Artigo em Discussão
Minerais de referência no sistema musculoesquelético
Cardiologia
Artigo em Discussão
As águas minerais aumentam a Pressão Arterial?

Guias para uma Vida Saudável

Bem-vindo(a) ao equilíbrio mineral do organismo.

Planos Nutricionais
Conselhos Associados
Insuficiência de Minerais
Benefícios dos Minerais
Vida Activa

Os minerais-chave da saúde óssea

02
Nov
Classifique este artigo
(6votos)
Magnésio

Áreas em que actua: dentição, metabolismo ósseo, transporte de cálcio e de potássio, activação enzimática, transmissão dos impulsos nervosos, activação muscular, obtenção de energia a partir de hidratos de carbono, produção de proteínas orgânicas e de ADN, regulação da pressão sanguínea.

Consequências: anorexia, dificuldades de crescimento, alterações electrocardiográficas e neuromusculares, tetania (contracturas musculares).

Fontes de magnésio: frutos secos, cereais integrais, hortícolas de folha verde-escura, leguminosas, lacticínios e carne.

Dose diária recomendada: 400 mg (homem), 300 mg (mulher).


Cálcio

Áreas em que actua: formação e manutenção dos ossos e dos dentes, contracção muscular, neurotransmissão, controlo da pressão sanguínea e do ritmo cardíaco, participação na coagulação sanguínea, prevenção de hemorragias fatais provocadas pelo rompimento das paredes dos vasos sanguíneos, manutenção das membranas celulares, participação na absorção da vitamina B12, activação de enzimas como a lípase, responsável pela distribuição da gordura.

Consequências: deformações ósseas, osteoporose (ossos fracos e quebradiços), tetania (contracturas musculares).

Fontes de cálcio: lacticínios, hortícolas de folha verde-escura, leguminosas, sardinha, marisco, ostras e tofu.

Dose diária recomendada: 800 mg (homem), 1200 mg (mulher).


Bicarbonato

Está presente em todos os fluidos corporais e órgãos e tem um papel preponderante no equilíbrio ácido-base do organismo. Facilita a digestão, uma vez que combate a excessiva acidez produzida por alguns alimentos, nomeadamente devido ao consumo de grandes quantidades de proteínas.


NOTA: as recomendações apresentadas aplicam-se entre os 19 e 50 anos.

Fontes:
• www.iom.edu (consultado em Agosto de 2010)
• www.who.int/en/ (consultado em Agosto de 2010)

5 Comentários

João Tavares
12/11/2010
Interessante! Trata-se de informação sempre útil e necessária.
Maria Ana Martins
12/11/2010
Interessante, pois com uma alimentação equilibrada estaremos a ingerir todos os nutrientes essenciais a uma vida saudável.
Ana Sousa
12/11/2010
Muito interessante! E quais as fontes de bicarbonato à nossa disposição?
ana lopes
05/11/2010
Nunca é demais termos este tipo de informação "à mão" .. Bom trabalho !
pedro costa martins
02/11/2010
bastante interessante, mas um pouco resumido

Deixe o seu Comentário

Nome
 
E-Mail
   
Comentário