O equilíbrio dos diferentes minerais é fundamental para a saúde global do organismo.
Nutrição
Artigo em Discussão
As águas com gás têm algum efeito na função renal?
Gastrenterologia
Artigo em Discussão
Águas mineralmente gasosas no aparelho digestivo
Reumatologia
Artigo em Discussão
Minerais de referência no sistema musculoesquelético
Cardiologia
Artigo em Discussão
As águas minerais aumentam a Pressão Arterial?

Guias para uma Vida Saudável

Bem-vindo(a) ao equilíbrio mineral do organismo.

Planos Nutricionais
Conselhos Associados
Insuficiência de Minerais
Benefícios dos Minerais
Vida Activa

Em Discussão

07
Dez
As águas com gás têm algum efeito na função renal?
As funções fisiológicas renais normais incluem, para além da depuração de produtos do metabolismo, a manutenção da homeostase hidro-electrolítica e ácido-base, a secreção de hormonas essenciais para a manutenção do volume circulante (renina), da síntese eritrocitária (eritropoietina) e do metabolismo mineral (vitamina D), assim como a neoglicogénese. Para além disto, o rim tem uma função crucial na excreção de medicamentos e outras substâncias que têm na função renal a sua mais importante via excretora.1
07
Dez
A mineralização das águas com gás provoca Pedra nos Rins?
O Cálculo Renal, vulgarmente desigando por "Pedra nos Rins", é provocado pela formação de depósitos minerais nos rins.

Quando a urina se torna cronicamente muito concentrada, pequenos minerais (normalmente de cálcio ou de ácido úrico), que são normalmente filtrados pelo rim, vão-se acumulando neste, podendo cristalizar e formar, assim, conglomerados chamados cálculos.1


Temas Anteriores:

Minerais essenciais na prática e performance desportiva

Ver Estudos Associados
09
Jul
Atleta cansado? Águas minerais naturais gasocarbónicas ajudam a recuperar
O sistema musculoesquelético representa cerca de 45% do peso do corpo humano. Quando está fragilizado ou cansado, estudos comprovam a importância de alguns minerais na sua recuperação. A água mineral natural gasocarbónica, com uma concentração iónica elevada de sódio, bicarbonato, cálcio e magnésio, determina um processo favorável de re-hidratação, em situações de desidratação, mais rápido que a água pouco mineralizada.1
09
Jul
Sódio, cálcio, magnésio e bicarbonato: O quarteto da isotonia
O equilíbrio hídrico e mineral do organismo reflecte-se beneficamente em todo o sistema musculoesquelético e é particularmente importante no caso de atletas e desportistas, que necessitam de repor rapidamente a perda de fluidos e de electrólitos.

Uma água mineral natural gasocarbónica pode ter utilidade terapêutica na prática e na performance desportiva ajudando na recuperação muscular, no equilíbrio hídrico do organismo e na acção da absorção do cálcio.

AS NECESSIDADES MINERAIS DAS CRIANÇAS

Ver Estudos Associados
29
Fev
Crescer saudável com equilíbrio mineral
As vitaminas e os minerais podem ser definidos como reguladores de uma série de processos bioquímicos que ocorrem no organismo, o que significa que controlam o funcionamento do organismo e o crescimento das crianças.

É fácil perceber que basta a carência de uma vitamina ou mineral para que a formação da criança seja afectada, por isso é fundamental, nesta fase, garantir a ingestão das doses correctas de cada nutriente.
29
Fev
Para cada idade, os minerais certos
As necessidades minerais das crianças variam de acordo com a faixa etária em que se encontram e o consequente gasto energético e necessidade de equilíbrio hídrico.1

Em idades mais activas, em que as crianças correm mais, despendem mais energia e praticam mais actividade física, a reposição mineral torna-se fundamental, muitas vezes através de uma correcta hidratação.

A concentração mineral em algumas águas pode contribuir significativamente para a reposição do equilíbrio mineral em crianças e adolescentes.2

MINERAIS ESSENCIAIS NA DIETA VEGETARIANA

Ver Estudos Associados
01
Fev
Minerais “guardiões” da densidade óssea
O número de adeptos do vegetarianismo ou veganismo tem vindo a aumentar consideravelmente nos últimos anos.1 As dietas vegetarianas trazem uma série de benefícios à saúde, principalmente na prevenção de doenças cardiovasculares e metabólicas.2
01
Fev
Vegetarianismo? Como encontrar o equilíbrio mineral?
As dietas vegetarianas, quando bem planeadas, são saudáveis e nutricionalmente ricas para todos: crianças, adolescentes, adultos, grávidas, lactantes e desportistas.

De facto, muitos dos nutrientes naturalmente encontrados na carne, peixe e frutos do mar podem ser obtidos a partir de vegetais, leguminosas e frutas frescas. As dietas vegetarianas, sendo nutricionalmente densas, são até recomendadas para perda ou manutenção do peso, sem o comprometimento de um plano alimentar de qualidade.1

Os minerais na intoxicação por excesso de álcool

Ver Estudos Associados
03
Jan
Ressaca? Os minerais podem ajudar

As épocas festivas estão geralmente associadas a um aumento do consumo de álcool. Ao consumo excessivo de álcool, no entanto, segue-se frequentemente a veisalgia (ou ressaca, tal como é popularmente conhecida). Os sintomas mais comummente observados são as cefaleias, as náuseas, a hipersensibilidade gástrica, sede, fadiga e uma maior sensibilidade a ruídos e à luz.

Mas o que provoca esta sensação de mal-estar geral? O álcool é directamente responsável pela inibição da hormona antidiurética, favorecendo a diurese e provocando, assim, um aumento do volume urinário e desidratação. Produtos químicos formados durante o processamento e maturação das bebidas alcoólicas ou durante a metabolização do álcool, como o acetaldeído, são tóxicos para o organismo e aumentam a gravidade da intoxicação alcoólica.1

03
Jan
Se beber, não esqueça o magnésio

O consumo excessivo de álcool é frequentemente acompanhado de cefaleias intensas, desidratação e fadiga. O alcoolismo crónico poderá até romper com a homeostase do sistema cardiovascular periférico. Todas estas perturbações são atribuídas, pelo menos em parte, a uma diminuição dos níveis de magnésio que circulam no sangue ou residem nos tecidos.1

Minerais e vitaminas: juntos pela saúde

Ver Estudos Associados
02
Dez
Magnésio e vitamina B6 na luta contra as perturbações do espectro do autismo
As perturbações do espectro do autismo são comummente acompanhadas por desequilíbrios nutricionais, sendo as crianças as mais afectadas. Durante as últimas décadas tem vindo a ser sugerido que a fortificação dos planos dietéticos com vitamina B6 e magnésio ajuda no melhoramento das capacidades comunicacionais e dos comportamentos sociais tipicamente alterados em crianças e adultos autistas.1
02
Dez
Minerais e vitaminas: o casamento perfeito
Os minerais são responsáveis por um conjunto de funções específicas vitais ao bom funcionamento do organismo. Estes micronutrientes, no entanto, não actuam individualmente. De facto, desequilíbrios orgânicos e metabólicos despoletados pela carência conjunta de minerais e vitaminas sugerem que ambos actuam sinergicamente na protecção do organismo.1

Minerais Benéficos para o Sistema Imunitário

Ver Estudos Associados
30
Set
Magnésio e cálcio: protectores contra doenças respiratórias, alergias e infecções
O nosso sistema imunitário protege-nos diariamente contra infecções e doenças causadas por germes, microrganismos e vírus, aos quais somos expostos constantemente no nosso quotidiano.

As doenças infecciosas causadas por défices nutricionais são responsáveis, directa ou indirectamente, por mais de 60% dos 10 milhões de mortes de crianças com menos de cinco anos de idade. A nutrição adequada é um dos factores de maior impacto na saúde.1-2
30
Set
O bicarbonato e o pH alcalino na regeneração de tecidos e na cura
O equilíbrio do pH do organismo afecta o funcionamento do sistema imunitário, permitindo que o corpo humano tenha a capacidade (ou não) de regeneração e de cura. A menos que o pH seja alcalino, o corpo humano não tem capacidade para uma cura eficaz, até que os níveis de pH no sangue sejam normalizados.1

A acidez do pH afecta não só a absorção de nutrientes, como as vitaminas e os minerais, mas também a eliminação das toxinas pelo organismo. Diversos estudos demonstram que as doenças proliferam em ambientes acídicos (pH baixo), tais como problemas cardiovasculares, cerebrovasculares, nos rins e nos pulmões e inflamações várias.2

Minerais que ajudam a controlar o peso

Ver Estudos Associados
01
Set
Águas mineralmente gasosas promovem absorção dos lípidos
As águas mineralmente gasosas podem contribuir favoravelmente para controlar o excesso de peso e ser uma alternativa natural quando associada a uma alimentação correcta.

Pela sua composição mineral rica em magnésio, cálcio e sódio, estas águas promovem a absorção dos lípidos e a transformação do colesterol em ácidos biliares e a sua eliminação pelo organismo. 1
01
Set
Cálcio e Magnésio: minerais de “peso” no combate à obesidade
A obesidade foi denominada pela Organização Mundial de Saúde como a "epidemia do século XXI", com Portugal a ser dos países com maiores taxas de obesidade infantil. 1

O primeiro passo para ajudar a controlar o excesso de peso é identificar qual o seu peso ideal e adoptar estilos de vida saudáveis, como uma nutrição correcta e a prática regular de exercício físico.

Existem efectivamente minerais que ajudam na perda de peso e na eliminação de gorduras prejudiciais ao organismo, contribuindo não só para uma melhor silhueta, mas também para um aumento da saúde cardiovascular.

Os minerais que fazem a diferença nas Águas com Gás

Ver Estudos Associados
04
Jul
Águas Minerais Naturais Gasocarbónicas: Nutricionalmente mais vantajosas
As águas com gás não são todas iguais e todas elas têm composições diferentes. As águas minerais naturais têm características físico-químicas estáveis e de pureza microbiológica na origem, podendo provocar efeitos favoráveis à saúde. Estas águas distinguem-se das outras pela sua pureza original e pela sua composição específica de minerais, oligoelementos ou outros constituintes.

A natureza do processo de gaseificação condiciona o equilíbrio mineral da água e, consequentemente, a sua performance em termos de contributo para o organismo.
04
Jul
A diferença está no rótulo
Se observarmos atentamente a composição das diversas águas com gás existentes no mercado, verificamos que as suas características minerais variam bastante e que o respectivo valor nutricional é bastante diferente.

A relação de equilíbrio entre os diversos minerais é um factor distintivo, que se reflecte positivamente na saúde global do organismo. As águas em que o gás é adicionado artificialmente, não possuem esse equilíbrio, ao contrário das águas em que a adição é 100% natural, como sucede com a Água das Pedras.

Minerais preciosos
na saúde da pele

Ver Estudos Associados
09
Jun
A saúde do organismo reflecte-se na beleza
A pele é um órgão que desempenha funções vitais para o bom funcionamento do corpo humano. Protege e isola ossos, músculos e órgãos internos e serve também como barreira contra as toxinas e os elementos patogénicos do ambiente. A pele regula ainda o calor corporal, evita a perda excessiva de líquidos e permite-nos ter o dom do tacto. Reagimos ao frio, ao calor, ao toque e à pressão.

Para além disso, as primeiras impressões causadas nos outros são muitas vezes causadas pela beleza da nossa pele e o seu estado de saúde.
09
Jun
Sílica, o “cosmético interno” para a juventude
O segredo da eterna juventude é um dos segredos mais bem guardados do Universo. Desde cedo que o Homem luta contra o envelhecimento, procurando através dos avanços da Ciência travar o envelhecimento e os efeitos que este tem na pele e na aparência.

Porém, o que a maioria das pessoas desconhece é que a pele flácida, as rugas, a secura e a descamação da pele, não são causados, na sua grande maioria, por factores exteriores, mas sim por factores internos ao organismo, nomeadamente pela insuficiência de nutrientes como vitaminas e minerais.

Efeito dos minerais no controlo dos sintomas da enxaqueca

Ver Estudos Associados
03
Mai
Efeito dos minerais no controlo dos sintomas da enxaqueca
A enxaqueca é uma doença bastante frequente e incapacitante, que se caracteriza pelo aparecimento de dores de cabeça recorrentes, com intensidade moderada a intensa, e que pode ter uma duração entre 4 a 72 horas.

Doenças como a enxaqueca têm como base problemas relacionados com a neurotransmissão. Assim sendo, níveis adequados de certos minerais no cérebro são fundamentais para a produção e o bom funcionamento dos neurotransmissores - como sejam o zinco e o magnésio - e podem, por vezes, estar relacionados com a ocorrência e a intensidade dos episódios de enxaqueca.
03
Mai
A menstruação como factor precipitante da enxaqueca
As mudanças hormonais nas mulheres podem contribuir para o surgimento da enxaqueca. O ciclo menstrual provoca alterações no equilíbrio não só das hormonas (estrogénio e progesterona), mas também dos minerais presentes no organismo, como magnésio, cálcio, sódio e ferro, o que pode desencadear as enxaquecas, as cefaleias, e ter implicações nas flutuações de humor, entre outras.

Muitas vezes, regista-se uma insuficiência na concentração de magnésio intracelular durante os episódios de enxaqueca.

Hidratação em Idosos

Ver Estudos Associados
04
Abr
Sobe a idade, sobe o risco de desidratação.
O envelhecimento provoca alterações fisiológicas que podem afectar a capacidade do organismo manter o equilíbrio de líquido. Isto, associado a uma série de factores de diversa ordem (mobilidade reduzida, hábitos alimentares, etc), faz com que a população idosa apresente um risco acrescido de desidratação.
04
Abr
Equilíbrio mineral – essencial na 3ª idade.
A insuficiência de água no organismo é um problema muito comum nos idosos. Isto dever-se-á a razões e factores de diversas naturezas, mas uma das mais importantes – e talvez menos discutidas – prende-se com a perda progressiva da capacidade de retenção de minerais, que ocorre naturalmente com o avançar da idade.

Certos minerais são, como sabemos, absolutamente necessários para manter e levar a cabo uma série de funções e de sistemas.

Uma destas funções é exactamente a manutenção da correcta hidratação do corpo, assegurada, entre outros, graças aos electrólitos que, quando dissolvidos na água, permitem a condução de impulsos eléctricos necessários ao bom funcionamento do organismo.

Minerais de referência na Gravidez

Ver Estudos Associados
15
Mar
Minerais de referência na Gravidez
A importância do equilíbrio mineral durante a gravidez ainda é uma questão muitas vezes subestimada, muito embora estudos científicos comprovem a relevância fulcral destes nutrientes para a saúde da grávida e a sua acção crítica no desenvolvimento do feto.

Muitos minerais são transferidos ao feto para armazenamento, especialmente durante o último período de gravidez, e desempenham um papel crucial para o desenvolvimento do mesmo ao longo de todo o processo.
15
Mar
Minerais durante a Gestação
A densidade óssea da grávida diminui durante os primeiros 3 meses de gravidez, por forma a providenciar um reservatório interno de Cálcio para a formação do feto.

Este “reservatório” só é “alimentado” pela gestante durante esta fase. A partir de aí, e até aos estágios finais da gravidez, as necessidades adicionais de cálcio serão directamente supridas pela alimentação. Se não o forem, poder-se-ão manifestar alguns problemas, como a hipertensão e pré-eclampsia, entre outros.

Minerais de Referência na Saúde Dentária

Ver Estudos Associados
14
Fev
O bicarbonato de sódio e a erosão dentária
Entende-se por erosão ácida, ou desgaste dentário, o fenómeno causado pela ingestão de alimentos ácidos e doces que fragilizam o esmalte dos dentes, libertando o seu conteúdo mineral.

Por norma, a saliva neutraliza lentamente a acidez bucal, no entanto, em casos de consumo frequente de certos medicamentos e de bebidas e alimentos ácidos e doces, o equilíbrio não é restabelecido.

À medida que a acidez salivar aumenta, atinge-se um nível crítico de pH que, em última instância, ameaça dissolver os tecidos mineralizados, ou seja, os dentes.
14
Fev
O papel do cálcio na mineralização dentária
Uma dieta rica em cálcio é essencial no sentido em que a falta deste mineral no organismo vai fazer com que este último o retire dos ossos e dentes, onde está depositado, aumentando o risco de surgimento de deficiências ósseas e dentárias.

A dentição humana depende da densidade mineral presente nos dentes, visto que o esmalte -
- primeira linha de defesa contra ácidos e bactérias - é um composto mineral, associando-se a perda da densidade mineral nos dentes directamente à fraca resistência e eventual perda dos mesmos.

Biodisponibilidade de minerais na alimentação

Ver Estudos Associados
17
Jan
A biodisponibilidade mineral
Entende-se por biodisponibilidade mineral a propor??o de minerais que est? presente num alimento e que ? metabolizada pelo organismo. Trata-se, portanto, de uma no??o polivalente que diz respeito quer ? riqueza nutricional de determinado alimento quer ? sua absor??o pela corrente sangu?nea.

Quanto ? sua riqueza nutricional, as fontes de sais minerais n?o s?o indiferenciadas e a forma de ingest?o dos minerais condiciona a sua maior ou menor absor??o. Se o processamento alimentar retira propriedades minerais aos alimentos1, a presen?a de ?cido ox?lico e fitatos2, taninos e cafe?na3 na alimenta??o dificulta a absor??o mineral, pelo que o seu consumo deve ser moderado.

Por exemplo, o ?cido ox?lico forma sais insol?veis e reduz a absor??o do ferro e do c?lcio, al?m de contribuir para a forma??o de pedra no rim.
17
Jan
Biodisponibilidade e absorção do cálcio e do magnésio
Os défices de cálcio e magnésio são problemas de saúde comuns. O organismo absorve somente uma pequena percentagem do magnésio ingerido e a carência de cálcio está associada a problemas de saúde como a osteoporose, a hipertensão arterial e o cancro do cólon.

Compreender os factores que condicionam a biodisponibilidade nos alimentos e os aspectos que promovem e inibem a absorção destes minerais é um passo importante para suprir carências.

Certos factores relacionados com a idade, a doença e o stress condicionam a absorção de magnésio, entre os quais a variação de ácido no estômago, mais reduzida em idosos, o consumo excessivo de álcool, a Doença de Crohn, a doença celíaca, problemas renais e os transtornos do foro estomacal e intestinal, como diarreia ou vómitos.

Minerais que promovem a saúde cerebral

Ver Estudos Associados
20
Dez
Aporte adequado de minerais e saúde cerebral
Os micronutrientes, grupo em que se inserem os minerais, são compostos orgânicos essenciais para a divisão celular, para o crescimento e desenvolvimento dos sistemas fisiológicos. Um aporte insuficiente de micronutrientes na dieta, principalmente durante a infância, pode implicar uma deficiente maturação biológica, especialmente ao nível do sistema nervoso e imunitário.
20
Dez
A saúde cerebral: consequências da carência de minerais
Entre os minerais essenciais para a saúde do cérebro, contam-se o cálcio, o magnésio e o zinco.

O défice de cálcio prejudica as funções cerebrais, uma vez que este mineral assegura os impulsos eléctricos do sistema nervoso. Compete aos iões de cálcio transmitir sinais do exterior para o interior da célula, unindo proteínas essenciais. Estas proteínas são activadas pelo cálcio e provocam várias mudanças na célula.

É, portanto, essencial equilibrar os níveis de cálcio nas células.

Minerais de referência na menopausa

Ver Estudos Associados
22
Nov
O cálcio: a menopausa e a descalcificação óssea
Neste período crítico da vida da mulher, marcado por profundas alterações endócrinas, a ingestão de minerais é fundamental para assegurar um bom metabolismo. Entre os vários minerais que asseguram a activação, a regulação, a transmissão e o controlo das funções orgânicas, destacamos o cálcio e o sódio, essenciais para a saúde óssea.
22
Nov
Os minerais e a saúde cardiovascular na menopausa
Nesta fase da vida, e em particular em casos de menopausa precoce, cresce o potencial risco de doenças cardiovasculares associado a um aumento dos níveis de colesterol e à hipertensão. A diminuição do nível de estrogénio na mulher saudável após a menopausa pode aumentar o risco de doença arterial coronária, como resultado da diminuição dos efeitos positivos do estrogénio no metabolismo lipídico.

Hidratação todo o ano

Ver Estudos Associados
02
Nov
Hidratação e requisitos minerais

Os benefícios de uma hidratação equilibrada são hoje globalmente reconhecidos. A desidratação resulta de perdas de água através do suor, da urina e da respiração. Durante um esforço físico intenso ou prolongado, o fluxo de água no corpo é afectado sobretudo pela diminuição do nível de açúcar, embora a urina e a perda de fluidos através da respiração contribuam igualmente para a avaliação global dos níveis de hidratação corporal.


Pelo tipo de esforço físico que  desenvolvem, os atletas têm geralmente preocupações acrescidas nesta matéria.

02
Nov
Águas benéficas à rehidratação

As águas que se mantêm hipotónicas relativamente ao plasma, com a finalidade de evitar um efeito osmótico negativo imediato através do lúmen intestinal, têm uma elevada concentração iónica de sódio, de potássio e de bicarbonato, que, em casos de desidratação, determina um processo de rehidratação favorável e mais rápido do que as águas pouco mineralizadas. Esta propriedade é extremamente útil para as pessoas que têm de repor rapidamente água e electrólitos eliminados pelo suor.

A velocidade de rehidratação é fundamental nos desportos de resistência ou do tipo intermitente, sobretudo se envolvem um elevado esforço cardiovascular.